Cansado da disposição do móveis? Mude tudo de lugar e ganhe mais espaço

A sua casa deve ser o mais confortável possível

Passando mais tempo dentro de casa é comum que as pessoas tenham vontade de mudar a disposição dos móveis. Seja para garantir mais espaço ou para simplesmente inovar. Muitas vezes uma cama em um lugar diferente já garante um ambiente mais confortável. Se você pretende fazer alguma mudança deste tipo na sua casa ou apartamento, preste atenção nas dicas.

Um bom planejamento nunca é demais. Por isso, ao decidir mudar algo de lugar, é necessário que você planeje. A maior aliada nesse processo será a fita métrica, meça o tamanho tanto do móvel, quanto dos espaços que ele vai passar. Se você for mudar de um cômodo para o outro certifique-se de que ele passará nas portas. 

Além de medir, é importante que você faça marcações nos espaços em que os móveis vão ocupar, pode ser com lápis mesmo. Anote as distâncias em um papel também. Depois é possível traçar um esboço de como ficará o espaço ocupado. Existem até aplicativos de reforma que auxiliam quem não tem muita habilidade com os números. Esses aplicativos também podem oferecer dicas preciosas de como transformar a sua casa.

Não tem problema em você testar várias disposições até achar a que mais parece agradável. Para evitar retrabalho, faça diferentes esboços no papel, escolha três que você mais gostou e reproduza.

É importante que no esboço você considere alguns elementos da casa que podem atrapalhar na hora de mover os itens, por exemplo, colunas, portas pequenas, painéis. O seu móvel precisa passar por tudo isso.

Se você é indeciso, conte com a ajuda de amigos e familiares para decidir. Agora em isolamento social que ninguém pode visitar ninguém, use as redes sociais para fazer esse questionamento. Algumas plataformas têm a opção de enquete para os seguidores.

O ideal é que na hora de realizar as mudanças, você dê preferência para a mobília maior, isso porque é a mais difícil de ficar movimentando. Escolha o lugar do item maior e acomode o restante das coisas ao redor dele, sempre respeitando a ordem do maior para o menor. 

Se o seu espaço é pequeno, você precisará ser estratégico. Encostar todos os móveis na parede, por exemplo, pode não ser o ideal, porque acaba criando espaços inutilizados entre mesas, estantes, armários, entre outros. Organize para que os móveis fiquem alguns centímetros de distância das paredes e dos rodapés. Em contrapartida, você pode manter alguns móveis juntos, como duplas, sofá e poltrona, mesa de cabeceira e cama, isso faz com que você economize espaço. 

A circulação das pessoas é um elemento que deve ser levado em consideração também. Mesmo que o espaço seja pequeno, as pessoas precisam transitar com conforto dentro de casa. Os corredores, por exemplo, precisam ter pelo menos 90 cm livres. Tome cuidado também para não bloquear portas e janelas, isso atrapalha tanto a passagem de pessoas, como a passagem de luz. 

Na hora de traçar estratégias, pense também na praticidade. Esse móvel nesse lugar vai facilitar na hora de limpar? Se eu precisar mudá-lo de novo, vou ter facilidade? São perguntas simples que vão fazer toda a diferença na sua arrumação.

Tags: qualidadedevida

Veja mais