Como calcular o valor de um produto?

O valor pode não ser tão simples quanto imaginamos

Filósofos e estudiosos criam teorias sobre valor para tentar explicar ou calcular o valor que um produto, proveniente do trabalho, tem. Nos primórdios, o valor era definido a partir do esforço e tempo que a mercadoria demorava para ser produzida. O filósofo Karl Marx foi um dos responsáveis por esse pensamento, segundo ele a quantidade de trabalho em produzir o bem deveria ser proporcional ao valor.

Contudo, com o advento da indústria esse cenário mudou. Um objeto hoje é produzido em segundos. E o valor envolve muito mais coisas do que tempo x trabalho.

Valor é diferente de preço

Vale lembrar que aqui estamos definindo o valor de um produto, o preço é outra informação. Muitos economistas dão uma definição bem simples: preço é o que você paga, valor é o que você leva.

O valor nada mais é do que referencial, o que para você é caro, para outra pessoa que tem uma necessidade ou uma satisfação maior não é. Por exemplo, você pode achar absurdo quanto seu amigo, colecionador de carrinhos, paga em uma peça rara, contudo para ele, aquilo tem um valor inestimável.

Já o preço é quantitativo, é igual para todo mundo. Se seu amigo for comprar o carrinho raro ou você, os dois pagarão o mesmo valor, só vai mudar o que representa para cada um.

Agregando valor

Os profissionais de marketing vivem trabalhando para agregar valor aos produtos. E para isso, existe uma série de estratégias desde a criação da marca até o produto final.

Uma das coisas levada em consideração na hora de criar o valor de uma mercadoria é o público que se deseja atingir, para isso são analisadas características culturais, psicológicas, físicas e muito mais de cada grupo.

Sendo assim, não é somente o simples fato de vender no preço estipulado, mas sim proporcionar uma experiência diferenciada ao cliente, e, consequentemente, ter uma marca valorizada. Por isso, as marcas podem ser tão poderosas.

Podemos perceber, por exemplo, que as grandes grifes que têm um valor tão grande que viraram sinônimo de status. Um relógio da marca Rolex tem a mesma função que os demais relógios, porém, tem um diferencial pelo simples fato de ter o nome da marca e algumas pessoas só utilizam por conta disso.

Claro que todo esse processo tem um resultado: dinheiro. A Amazon, maior varejista da Internet é também a marca mais valiosa do mundo, com nada menos de US$ 150,811 bilhões. A Apple ocupa o lugar no ranking, com US$ 146,311 bilhões, seguido pelo Google com US$ 120,911 bilhões, de acordo com o estudo Brand Finance Global 500, que reúne as 500 marcas mais importantes do mundo.

E para você, o que define o valor de um produto? Tem alguma marca que você faça questão de comprar pelo valor que ela representa? Nos dê sua opinião.

Tags: consumo produto valor

Veja mais