Descubra se está na hora de pedir a aposentadoria

Veja o que é preciso considerar antes de tomar essa decisão

Depois de muitos anos de trabalho, você finalmente completou o tempo requerido por lei para receber a aposentadoria. Mas, será que é mesmo a hora de pedir o benefício? Ou vale a pena continuar trabalhando para garantir sua segurança financeira? Abaixo, algumas questões que devem ser consideradas antes de tomar sua decisão:

Tenho recurso suficiente?

A questão financeira é, sempre, a mais sensível. Autor do livro “Dinheiro é um Santo Remédio”, Conrado Navarro acredita que a decisão de se aposentar dever ser tomada quando a renda possível seja a mesma – ou bem próxima – da que o trabalhador recebe na ativa. Uma dica é acompanhar os extratos tanto da previdência social (aqui), quanto da previdência complementar. “No caso dos fundos de pensão, os extratos são enviados com uma periodicidade acordada em contrato. O participante também recebe informativos anuais referentes ao imposto de renda, tempo de contribuição, correção de aportes, valor acumulado e total disponível para resgate”, informa o consultor.

Que estilo de vida eu sonho ter?

Para o educador financeiro Christian Fernandes, além de avaliar o dinheiro disponível, também é importante avaliar o estilo de vida. “O conceito de riqueza não é medido por quanto você ganha, mas por quanto gasta. Existe executivo que ganha 50 mil por mês, mas não consegue economizar nada. Se ele deixa o emprego, fica numa situação difícil, ao passo que outras pessoas que ganham menos conseguem viver muito bem”, explica.

Consigo me imaginar aposentado?

Fábio Dantas, educador financeiro certificado pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), destaca que a atividade social é crucial para a manutenção da saúde física e mental.  Enquanto algumas pessoas sonham com o momento em que poderão desfrutar de mais tempo livre, outras ficam aflitas só de pensar na hipótese. Planejar o futuro conforme expectativas e interesses é fundamental. “É muito interessante que o trabalhador diminua, aos poucos, a carga horária de trabalho e exerça outras atividades, como esportes”, sugere Dantas. Considere, também, a possibilidade de fazer novas atividades – como cursos, por exemplo – e inclua esses custos no seu planejamento orçamentário.

Meu companheiro também se aposentará agora?

Para quem é casado, o ideal é planejar a aposentadoria em conjunto. “Quando apenas um dos cônjuges se aposenta fica difícil planejar atividades a dois. É triste não poder desfrutar dessa fase da vida ao lado da pessoa que se ama”, ressalta o educador financeiro Christian Fernandes.

*Os conteúdos deste portal têm caráter informativo e são produzidos pela empresa Engrenagem Virtual; não refletem necessariamente uma recomendação da Entidade.

 

 

Tags: aposentadoria futuro planejamento financeiro. previdência

Veja mais