Dia dos Namorados com economia: faça você mesmo

Dá para agradar seu amado ou amada gastando pouco

Amanhã é o famoso “Dia dos namorados”, expectativa para uns, decepção para outros. É uma das datas em que o comércio mais lucra com venda de presentes, contudo, com a crise que abala a economia brasileira nos últimos tempos, a previsão é que as vendas para o 12 de julho não cresçam mais do que 2%.

De onde surgiu a data?

A data para os apaixonados surgiu em homenagem à São Valentim, nos Estados Unidos e na Europa comemora-se no dia 14 de fevereiro. O homenageado foi um bispo da igreja católica que foi executado por ter se apaixonado pela filha de um carcereiro. Durante o romance proibido dos dois, ele sempre escrevia cartas para ela e assinava: do seu namorado, do seu Valentim.

Já no Brasil a história mudou um pouco de rumo, apesar de que nos últimos anos os casais também têm aproveitado o dia 14 de fevereiro. Mas foi escolhido dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.

Presente diferenciado

Se você faz parte da parcela do grupo que tem namorado (a), marido (esposa), noivo (a) ou até mesmo uma amizade colorida e está sem dinheiro para investir em um presente mais caro, o que não faltam são ideias que agradam todos os públicos:

  1. Cesta de cerveja: fugindo da tradicional cesta de café da manhã ou de chocolate, a cesta de cerveja agrada muito mais quem é fã de uma gelada. Você pode colocar as cervejas que a pessoa gosta e alguns aperitivos como queijos e salgadinhos. A ideia pode variar também para outro tipo de bebida, como um bom vinho. Só não esqueça de escolher um laço bem bonito.
  2. Jantar romântico: não precisa ser no restaurante mais caro, ou a comida mais sofisticada, um bom presente pode ser fazer uma comida gostosa para quem se ama, pode ser um strogonoff, uma lasanha ou qualquer coisa feita com carinho. Para acompanhar, uma bebida que agrada aos dois.
  3. Caixa dos sentidos: consiste em uma caixa com 5 presentes que representam, cada um, os 5 sentidos. A escolha dos presentes vai variar de história para história, mas, por exemplo, uma foto pode representar a visão, um perfume ou um creme o olfato; um chocolate o paladar; uma blusa o tato; uma playlist com as músicas preferidas a audição. Não esqueça de fazer uma carta explicando cada presente, não tem como não ser um presente marcante.

Já escolheu como vai presentear seu amor? Se ainda não tem ideia, conte com a dica que melhor cabe no seu orçamento e divirta-se. Feliz dia dos namorados!

Tags: diadosnamorados economia presentes

Veja mais