Fazer check ups regulares é uma forma de economizar

Algumas doenças são silenciosas e os sintomas só aparecem quando estão em estágio avançado

Praticar esportes, investir em uma alimentação equilibrada e evitar maus hábitos, como o tabagismo, são boas estratégias para garantir saúde e qualidade de vida. No entanto, mesmo quem segue todas essas recomendações à risca precisa ir ao médico regularmente, ainda que não perceba nenhum sinal diferente. Isso porque muitas doenças comuns em nossa época, como a hipertensão, o diabetes e o colesterol, podem não provocar sintomas no início. Pelo contrário: muitas são silenciosas e só dão sinais de sua existência quando já estão em estágio avançado. “Se esses males forem descobertos precocemente, diminuem muito as chances de complicações”, explica o médico Marco Aurélio Janaudis, secretário geral da Sociedade Brasileira de Medicina de Família.

Por isso, quem faz check ups regulares, pelo menos uma vez ao ano, economiza dinheiro e saúde. Afinal, na ocorrência de uma doença, os gastos crescem à medida que a enfermidade evolui. Em condições extremas, é necessário passar por vários médicos especialistas, fazer exames complexos e, dependendo do quadro, passar por cirurgias. E, ainda que se tenha um convênio médico, os gastos com remédios também aumentam e quase sempre acabam pesando na conta bancária de quem está em tratamento.

Visita ao dentista também é importante
Checar a saúde dos dentes e receber informações sobre higiene bucal, pelo menos uma vez ao ano, é outra orientação dos especialistas para economizar. “Com um tratamento preventivo, há a possibilidade de gastar entre 10 e 20 vezes menos do que para tratar um quadro avançado, em que é necessário retirar o dente e fazer um implante, por exemplo”, diz o cirurgião dentista Milton Filho.

Cáries não tratadas e que atingem a polpa dentária, problemas de gengiva, dentes fraturados e até lesões cancerígenas, se diagnosticados precocemente, terão um prognóstico muito mais favorável. “Também é muito importante realizar a limpeza profissional periodicamente, para eliminar o tártaro e a placa bacteriana que se acumulam nos dentes e que o paciente não consegue eliminar sozinho. O tártaro, quando acumulado, adere ao dente, causando inflamação, dor, mau hálito e, em casos mais severos, evolui para uma periodontite, quadro em que os dentes podem vir a ficar moles, ocasionando a perda total”, alerta a cirurgiã dentista Dayane de Oliveira Tito dos Santos.

Tags: checkup Marco Aurélio Janaudis Milton Filho qualidade de vida saúde

Veja mais