Para envelhecer bem, tenha bons relacionamentos

Estudo revelou o segredo para uma vida longa e saudável: a felicidade!

Familiares, amizades, amores. Mais do que inúmeras conexões e dinheiro, os bons relacionamentos são essenciais para se ter uma boa vida com saúde.

Engana-se quem acha que para ser feliz é preciso ser uma pessoa rica e famosa. O grande segredo para se ter felicidade são as boas relações – é o que apontam pesquisas realizadas pela Universidade de Harvard.

Para os especialistas, envelhecer bem é estar cercado de pessoas que proporcionam felicidade e amor, seja romântico ou fraternal.

Conheça as pesquisas da Universidade:

75 anos de pesquisas

Grant Study e Glueck Study são os estudos realizados em diferentes tempos. O primeiro foi conduzido na década de 40, com 268 alunos, formados entre 1939 e 1944 pela universidade. Depois, incluíram os filhos, chegando ao total de 1.300 entrevistados fixos. Já o segundo estudo foi iniciado nos anos 70, e contava com a participação de 456 homens (que não possuíam riqueza). As mulheres só puderam participar anos depois, uma vez que o público da Universidade de Harvard era masculino quando a pesquisa foi iniciada.

De dois em dois anos, os pesquisadores analisaram as atividades cerebrais de voluntários, por meio de um questionário, por informações médicas ou por entrevistas pessoais e gravaram conversas deles com as famílias. Ouviram temas como saúde, carreira, aposentadoria e casamento de depoimentos vindos de pais e, depois, mulheres e filhos.

Todos esses anos, os especialistas obtiveram como resultado uma “correlação forte entre uma vida próspera e as relações (dos participantes) com familiares, amigos e a comunidade”. afirma o artigo do The Harvard Gazette.

Pessoas mais felizes e saudáveis

Para o psiquiatra Robert Waldinger, o quarto diretor da pesquisa, “Quando reunimos tudo o que conhecíamos sobre eles, na idade dos 50 anos, não foram os níveis de colesterol que anunciavam como eles iriam envelhecer. Foi o grau de satisfação que sentiam nas suas relações. As pessoas que se sentiam mais satisfeitas com as suas relações, aos 50 anos, foram as mais felizes aos 80 anos.”

O que as pesquisas revelam é que não é preciso ter muitos amigos e parentes – bons e poucos são o suficientes para ter bons relacionamentos e ficar satisfeito. E isso vale muito mais do que dinheiro e fama.

Aprendemos com os especialistas que relações sociais são boas e a solidão mata; o que conta é a qualidade do relacionamento e não a quantidade de amigos; e as boas relações protegem não só o corpo como também o cérebro.

“As pessoas que têm relações de confiança mantêm a memória mais durante mais tempo. Pessoas que com relações em que sentem que não podem contar com o outro têm um declínio de memória mais precoce”, completa o pesquisador.

São tantos os benefícios de se ter relacionamentos sólidos e felizes que vai ser difícil não aceitar aquele cafezinho com a amiga ou aquele almoço de domingo com a família!

Tags: qualidade de vida relacionamento

Veja mais