Qual o melhor momento para trocar de carro?

Um carro 0 km pode ser tentador, mas nem sempre necessário

Conforme o tempo vai passando, o carro não é mais o mesmo, as peças precisam ser trocadas, a economia de combustível pode diminuir e a vontade de trocar de veículo aumenta. Um automóvel 0 km traz certos prazeres e até sensação de realização, afinal, você pode escolher do jeito que bem desejar. Contudo, não se deve esquecer que, para o bolso, a troca pode pesar bastante.

Uma coisa que ninguém pode negar é que carro é caro, principalmente se for novo. Se você opta por dividir, as parcelas do financiamento, pode deixar o orçamento apertado, afinal, as taxas são altas e podem custar mais que o dobro do carro, dependendo da negociação.

Na hora de trocar de automóvel é necessário colocar tudo na ponta do lápis, não apenas as parcelas. No planejamento, lembre-se: carro novo precisa de seguro; geralmente o IPVA é mais caro do que de um veículo mais antigo; se você optar por um mais potente, é provável que ele consuma também mais gasolina; as revisões precisam ser feitas na concessionária para que a garantia seja cumprida, que também custam mais caro.

Outro ponto negativo é a desvalorização, o carro perde cerca de 20% do seu valor no simples ato de sair da concessionária. Além disso, a perda continua com o passar do tempo, em três anos praticamente um terço do valor total pago já foi embora. 

Mas nem sempre um automóvel novo é um problema, existem circunstâncias em que vale a pena adquirir um. Uma delas é quando você utiliza o carro para trabalhar e roda longas distâncias por dia, ter um carro confortável e econômico pode ser prioritário neste caso, e claro que um veículo 0 km faz a diferença no dia a dia. Um conforto maior reduz até o estresse no trânsito.

Quando você pretende passar muito tempo com um carro, compensa investir em um novo. Você será o primeiro dono e poderá utilizar por anos do seu jeito. Outra ocasião é no caso de bons descontos, existem épocas do ano que as concessionárias fazem saldões em que é benéfico comprar, mesmo com a desvalorização.

Se você tem dinheiro sobrando também não há motivo para não usufruir de um veículo bom. Neste caso, dá até para realizar aquele sonho de consumo, se estiver dentro do seu orçamento. Além disso, opte por comprar à vista e livre-se de juros altos em muitas parcelas. 

Existe uma hora correta? Se você não se encaixa nas circunstâncias que apresentamos acima, existem algumas orientações para decidir o momento de fazer essa compra. 

O ideal é que você fique com um carro o maior período de tempo possível. Se o carro funciona bem e atende as suas necessidades, não tem motivo para você fazer uma dívida fora de hora. Um período de 4 ou 5 anos é recomendável para manter um veículo, e claro, se realizada a manutenção de maneira correta, você pode estender esse tempo. 

Tags: finanças planejmanetofinanceiro

Veja mais