Saiba o que é blindagem patrimonial

Iniciativa evita perdas de bens e ajuda o empresário

No mundo dos negócios é comum ganhar ou perder, contudo, os empresários têm trabalhado para manter o que conquistaram em casos de problemas como ações judiciais, por exemplo. Uma opção que vem ganhando espaço é a chamada blindagem patrimonial que é um mecanismo que protege juridicamente o patrimônio pessoal dos empresários, sócios ou investidores de alguma organização.

A blindagem passa a ser um conjunto de iniciativas que dão essa segurança necessário ao empresário. Uma das formas é criar holdings, que é uma empresa que possui a maioria das ações de outra empresa, assim facilita o controle e administração. Para fazer a blindagem, cria-se um holding patrimonial que transfere todo o capital para uma única empresa.

Outra forma de blindagem é a doação de bens, ainda em vida, para herdeiros. Assim, a responsabilidade por esses bens passa a ser dos herdeiros, o objetivo dessa blindagem é eliminar a possibilidade de que questões empresariais interfiram nesse patrimônio. Isso facilita também que na ausência do dono oficial da empresa, tenha alguém capaz de continuar cuidando de tudo, evitando falência.

A auditorias de risco também são aliadas na blindagem, elas atuam na prevenção de erros, identificando pontos fracos do negócio e propondo melhores soluções. Vale lembrar que elas devem ser periódicas e em toda a estrutura da empresa.

Para as empresas fora do país, recomenda-se a criação de sociedades por ações e off-shores. A ideia consiste na criação de estruturas societárias constituídas em paraísos fiscais, contudo é uma ação complexa e que pode custar muito mais que um holding, por exemplo. 

Quando se fala em casamento, muitos empresários se preocupam na segurança das empresas. Neste caso, as grandes organizações têm em seus estatutos e acordos societários diretrizes sobre o modo de celebração de casamento de seus sócios.

Em últimos casos, alguns empresários optam pela decretação de falência e pedido de recuperação judicial, isso porque ao decretar falência, é possível retirar a situação da justiça do trabalho e mandá-la para a justiça comum — remove, assim, a efetivação dos créditos trabalhistas. Além disso, utilizando essa estratégia, é possível vender os bens ou a empresa sem que o comprador herde o passivo tributário ou trabalhista.

Quais riscos o patrimônio corre sem blindagem?

Conforme foi dito no início do texto, são inúmeras as possibilidades que fazem com que um empresário perca seus bens. As ações trabalhistas estão dentro dessas possibilidades, a justiça brasileira é bem rigorosa nesse tipo de ação judicial e dependendo do caso, pode custar muito para a empresa. 

A relação entre sócios ou familiares pode ser bastante conturbada também, por isso, a blindagem é uma grande aliada que evita que isso rompa alguma parte importante da empresa. As regras tributárias e fiscais também influenciam na decisão pela blindagem, já que muitas vezes os empresários não obedecem ou não as entendem e o fisco pode atacar os bens da empresa. 

Se você ficou interessado em blindar sua empresa, procure um especialista e veja as opções que se aplicam melhor à sua realidade, assim, você cuida dos seus bens e evita dores de cabeça no futuro. 

Tags: blindagem finanças patrimônio

Veja mais