Seguro do carro: como aliar economia e qualidade

Especialistas dão dicas para não errar na hora de economizar

Mais de 100 km de estrada separam Ribeirão Preto de Franca, cidade onde mora a professora aposentada Claudete Lopes. E já era tarde quando ela se deparou com um problema na roda do carro, o que a impossibilitava de retornar para sua cidade a tempo de cumprir compromissos. Os prejuízos seriam grandes se ela não contasse com um seguro, que lhe ofereceu serviços de táxi e guincho.

A importância do seguro é evidenciada nesses momentos, mas é importante contratar esse serviço de forma econômica. Conversamos com dois especialistas para saber como fazer isso sem abrir mão da qualidade.

1. Escolha bem os serviços
“Os serviços adicionais mais importantes a serem considerados são cobertura para vidros, guincho e carro reserva”, afirma Maurício  Antunes Alexandre, diretor de Marketing da Bidu, plataforma na internet que integra várias seguradoras e realiza cotações em 30 segundos. Outros podem ser oferecidos pelas seguradoras, mas pesam no preço final; por isso, fique atento para não contratar, por impulso, um pacote maior de serviços.

2. Onde você mora?
“Se há muitos roubos e furtos em determinada região, o seguro será mais caro ali. O contrário também ocorre”, esclarece Maurício. Para baratear, procure guardar o carro em garagem. Se mudar de bairro, faça nova cotação, pois a região em que mora pode contar com seguro mais barato.

3. Quem dirige seu carro?
O preço do seguro muda de acordo com o perfil do motorista, mas nem pense em ocultar dados para baratear. “Muita gente mente para pagar mais barato e acaba tendo problema para receber da seguradora, que alega informações divergentes. Não minta para economizar, o barato sai caro”, alerta Miguel de Oliveira, economista e diretor executivo do Instituto de Pesquisas Econômicas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade.

4. Considere o valor da franquia
Quanto maior o valor da franquia, menor o custo do seguro, e vice-versa. Mas antes de optar pela franquia mais alta para baratear o valor do seguro, lembre-se de que você deverá arcar com todas as despesas que ficarem abaixo dela. 

5. Rastreadores barateiam custo
“O dispositivo ajuda a recuperar o carro em caso de furto ou roubo, o que faz com que a seguradora tenha menos prejuízo e faça um preço mais barato pelo seguro”, explica Miguel.

Tags: carro Claudete Lopes economia na prática Maurício Alexandre Miguel de Oliveira organização financeira

Veja mais