Seu CPF está regular?

Verificar a situação do seu CPF é simples, mas muito importante

Com a comodidade da internet nos tempos atuais, chamada por muitos de advento da tecnologia, executar muitos procedimentos que outrora demandavam tempo e deslocamento se tornou uma tarefa muito simples. Com poucos cliques é possível fazer, por exemplo, transações bancárias, comprar diversos tipos de produtos, consultar situações de encomendas enviadas pelos Correios e, além de uma infinidade de outras coisas, realizar procedimentos relacionados ao estado e ao governo, como solicitar a emissão de novos documentos.

E mesmo diante de tempos tão cômodos para a realização de tais tarefas, ainda há pessoas que têm dúvidas sobre como consultar a situação de seu Cadastro de Pessoa Física, o CPF.

Muitas pessoas precisam de crédito no final do mês quando as contas mensais colidem diretamente com o orçamento, independentemente do motivo. Para conseguir crédito e poder solicitar um empréstimo bancário, por exemplo, há a necessidade de ter ciência da situação do CPF.

É justamente por meio dos onze dígitos do seu CPF que os bancos e outras instituições financeiras consultam a regularidade do seu documento para saber se este pode ser usado ou não. As instituições utilizam o banco de dados da Receita Federal para tal consulta. E é justamente no site da Receita Federal que você pode consultar a situação de seu CPF.

Situações Cadastrais

Antes de entender como consultar sua situação, é importante entender que há cinco situações cadastrais apontadas pela Receita Federal no momento da consulta.

É importante, todavia, não confundir com situação fiscal do consumidor, que determina se o contribuinte tem débitos junto à Receita Federal, chamado popularmente de estar com o “nome sujo”. Pode haver a também a situação do CPF estar isento de débitos, causando restrições de crédito. Para este tipo de consulta, visitar o site do Serasa Experian: https://www.serasaconsumidor.com.br/

Aqui está uma breve explicação sobre cada uma:

1.       Regular

Durante a consulta, caso seja constatado que o seu CPF esteja em situação regular, significa que não há qualquer pendência no cadastro do contribuinte.

2.       Pendente de Regularização

Essa situação é comum e significa que o contribuinte deixou de entregar alguma declaração de cunho obrigatório. Um bom exemplo destes documentos é a Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física dos últimos cinco anos, além da Declaração Anual de Isento – até 2007.

3.       Suspensa

Em caso de situação cadastral suspensa significa haver informações incompletas e/ou incorretas no cadastro do contribuinte.

4.       Cancelada

Nesse caso, o CPF em situação cadastral cancelada pode significar falecimento do contribuinte ou decisão judicial.

5.       Nula

Por último,  a situação nula significa que alguma fraude foi detectada no cadastro do contribuinte.

Conhecidas as situações apontadas pelo site da Receita Federal, é hora de entender o simples passo a passo para fazer a consulta em seu cadastro:

Primeiro, entre no site cpf.receita.fazenda.gov.br/situacao. Assim que carregada a tela, digite seus dados nos formulários. Serão necessários apenas o número do seu CPF e sua data de nascimento. Finalize clicando na opção “Não sou um robô” e, se necessário, faça as confirmações. Por último, pressione “Consultar”.

Nesse momento vão aparecer os seus dados na tela, tais como número do CPF, nome completo, data de nascimento, situação cadastral (informação que você procura), data de inscrição e dígito verificador.

Por fim, caso precise dos dados em mãos, role a tela para baixo e, no final da página, clique em “Preparar Página para Impressão” e imprima o documento. Vale lembrar que apenas a comprovação da situação cadastral é apresentada pelo arquivo, não comprovando a inscrição do CPF.

Tags: CPF planejamentofinanceiro

Veja mais